sábado, maio 07, 2005

Filas foram feitas para serem furadas???

A falta de educação é a mola que segura o país.

Hoje eu fui almoçar la no "Rincon Gaucho", como sempre. Gosto de lá, o gaucho é um cara educado, os empregados dele sao educados, a comida é boa, e o preço é justo. Fica a um ou dois quilometros daqui de casa. Mas nao me importo de gastar alcool pra chegar lá. É lá que almoço quase todo dia, quando Janaina nao está aqui e nao faço comida em casa.

No caminho, passei em frente de um outro self-service que eu comia antigamente. O lugar é até bomzinho (o gaucho é melhor, é fato). Mas um dia fui almoçar lá, e meu prato tinha um bocado de ovo de codorna, umas coisinhas a mais e bastante carne. Ai o cara foi me cobrar um prato com "só carne". Nao apenas nao havia em lugar algum indicado que o preço de "só carne" era quase o dobro do normal, como tambem nao havia uma forma de mensurar o que era considerado "só carne". Pra mim, "só carne" é um prato cheio de carne. Como havia - sem exagero - uns 30 ovos de codorna no prato, pra mim nao era um prato de "só carne".

Entao eu argumentei, o cara nao aceitou. Voltei a fila, coloquei um tufo de farofa e um pouco de arroz, e ele continuou querendo cobrar "só carne". Ai eu argumentei "onde tá escrito o quanto de comida eu tenho que ter pra nao ser cobrado "so carne"???" e ele disse que aquele nao era "um prato normal". Ai eu perguntei a definição de prato normal e ele disse que deveria ter "arroz, feijao, legumes..." e eu retruquei "mas e se eu nao gosto de arroz, feijao e legumes?" pra receber um "entao paga só carne" na lata.

Deixei o prato na balança e botei o dedo na cara do dono "Acabou de perder um cliente que almoçava aqui todo dia e comia uns 8 a 10 reais de comida. E vou fazer propaganda ruim do seu estabelecimento para CADA pessoa que me der assunto".

Bem, voltando a vaca fria, passei em frente a esse self-service hoje, e estava ponderando o quanto as pessoas primam pelo monetario, ante a educação. Imaginei que existe uma regra, e que aquele restaurante nao cumpre (deixar visivel os preços, tara do prato, etc. Acho que até essa historia de "só carne" é ilegal). E imaginei como pode um pai ensinar um filho a cumprir as regras, se ele mesmo nao as cumpre. Ponderei tambem como o povo brasileiro em geral é mal-educado, e desligado das "regras". Se há uma lei, porque ela nao é cumprida? Digo mais: Se há uma lei, porque ela é DELIBERADAMENTE nao cumprida? Como pode uma criança ter limites, aprender a obedecer a regras e leis, se nem sequer bom-senso o seu pai lhe demonstra, quanto mais respeito as nossas leis???

Ai estaciono o meu carro, no mesmo lugar de todo dia, e entro no gaucho (sem piadinhas) pra almoçar. Pego o meu prato, garfo, faca, la vou eu fazer o prato de sempre: Batata frita e muita carne.

No lugar onde a carne é servida (churrasqueira) há uma "fila". Digo uma "fila" porque é obvio que uma pessoa só nao pode servir a 5 pessoas ao mesmo tempo. Entao as pessoas enfileiram-se seguindo a borda da churrasqueira, e sao todas bem atendidas. Tinha umas 2 ou 3 pessoas na minha frente, e eu pacientemente aguardo a minha vez.

É obvio que nao vou morrer por 1 ou 2 minutos de fome. Mas...

Me chega um rapaz de seus 30-35 anos, uma loirinha que parecia ser sua esposa, dois filhos e uma senhora de idade. O cara simplesmente entra na minha frente, faz com que toda a sua familia seja servida, vira as costas e vai pesar seu prato

O proprio rapaz que serve a carne - que me conhece de tanto ir lá, a ponto de ja saber o que eu gosto, o que eu nao gosto e o que eu como todo santo dia - ficou espantado, porque ele viu a cara de mau que eu fiz pro tal individuo. E o cara fingiu que nao era com ele, ligou o dane-se e continuou com sua micro-transgressao das regras vigentes.

Entao eu olhei pra um de seus filhos, um garotinho fofinho de seus 2 ou 3 anos, e imaginei "Qual será o futuro dessa criança, com um pai tao estupido?" Ai me veio a cabeça o presidente Lula, e sua politica estupida de popularismo. Mas isso fica pra outro post, que ainda tem muito mau humor pra destilar hoje.

Terminei meu almoço feliz de poder ter comido comida tao gostosa. Voltei pra casa parando em cada sinal, dando seta em cada quebrada, respeitando a velocidade maxima e sendo cortez com os pedestres.

Será que é tao dificil mudar o mundo, para que eu nao viva irritado do jeito que vivo???

Um comentário:

gjelias disse...

Cara, tu é igual a mim !!! kkk

Por isso não vou mudar então, quem saiba com mais de nós por aí, um dia deixaremos de ser irritados por não mais precisar ! Abraços