quinta-feira, outubro 13, 2005

Muita estupidez pra pouco tabajara

Primeiro tem aqui a piadinha do dia. Muito interessantes as `analises` das distros linux

Quanto ao tal referendo das armas, cada vez mais eu me sinto irritado com toda a maldita demagogia que o envolve. Começa que me tolher um direito basico (o da minha auto-defesa) ja nao me faz muito amigo da ideia. Depois, vejo um monte de gente culta - que nao tem nada a ver com essa historia - se metendo onde $nao$ $e$ $chamada$ falando absurdos como por exemplo o chico buarque dizendo que as armas que estao na mao dos bandidos, foram na maioria compradas no mercado interno. Ta bom seu palhaço, me diz onde eu compro um AR-15, uma Sig-Sauer 557 e um missil stinger aqui no mercado interno. Na casa Glock nao tem. Eu ja fui tentar comprar.

O que mais me irrita, nao é a posicao "contra" minhas ideias. Mas a posicao estupida de quem nao tem uma opiniao solidamente formada, de quem esta entrando numa onda pela emocao ou por ser "maria-vai-com-as-outras". Sem contar na imprensa que tenta formar a decisao do povo, por exemplo a revista veja (veja so que bosta) que tem como materia de capa "7 motivos para votar sim". Ora bolas, se isso ai nao é formacao de opiniao, nada mais o é!

Ainda por cima temos as ideias "confusas" de quem ja teve um envolvimento emocional com a coisa. Um amigo de longos tempos, o Fabio Becker (sim, eu o conheci na epoca dos BBS e - acredito - antes do tal acidente que o deixou tetraplegico) foi atingido por um amigo que tava brincando com uma arma. Quem é o sujeito errado da historia? O sujeito indeterminado, o FDP que deixou uma arma ao alcance de uma criança. Outra questao: Um moleque pega a arma do pai e mata o outro. Quem ta errado? O pai, que deixa uma arma municiada e, provavelmente engatilhada (nao é facil puxar cao de 38 pra uma crianca) ao alcance de um infante. Dá um tempo.

Outro é o caso da mae que perdeu um filho por causa de uma briga num boteco que o cara tinha uma arma. Olha quanto erro:
  1. Arrumar briga num boteco
  2. Estar em um boteco
  3. Estar armado
  4. Estar armado em um boteco
  5. Sacar a arma pra tirar as diferencas
  6. Fazer o mesmo num boteco
E depois quer dizer que a culpa é da arma? Ela nao mata ninguem, tem que ter um mané pra municia-la, porta-la e apertar o gatilho. E mesmo assim ela so faz os furinhos hehehe

O que eu quero que voces pensem, é na raiz do problema. Se o vagabundo nao tiver uma arma, ele vai ter uma faca, uma pedra, um pedaço de pau, um machado, chave de fenda, caneta bic sem a tampa ou bombinha de sao joao. Vai matar do mesmo jeito. E o pior é que, do jeito que a nossa policia é "bem aparelhada" e "bem paga" (gargalhadas), tamos ferrados. Porque outrora o ladrao que entrava numa residencia com medo de encontrar um pai de familia com um 38tao na frente, vai entrar cheio de gas porque sabe que nao vai haver a minima resistencia. É entrar e levar tudo, porque a policia so chega 3 dias depois.

Agora, me dizer que os sociologos, cientistas politicos e ONGs entendem do assunto? Manda eles subirem o morro do juramento na noite de sexta feira, com bandeirinhas brancas, pra ver o que volta deles.

E eu fico cada vez mais irritado com a estupidez da população...

Nenhum comentário: