domingo, outubro 23, 2005

A simplicidade do interiorrrrr

Quem tiver ouvidos, que ouça. Ou melhor, leia.

Pois e, apos perder o emprego, eu toquei o dane-se e la vim eu pra Sao Mateus. Interiorrr do estado do Espirito Santo, pra casa da minha Namorada.

O legal e que aqui e um terrenao grandao do pai dela, onde mora um monte de parentes. Os que nao moram no terreno, moram a 100, 200 metros daqui. Ou seja, quase a familia toda mora aqui.

Quando eu venho ao interior, eu percebo quanto as pessoas sao educadas longe dos grandes centros, e como os valores sao diferentes. Aqui as familias almocam e jantam juntas, sem tv pra fazer barulho nem internerd. Os portoes ficam abertos pras visitas, ninguem precisa avisar que vem. Tem o futebol sagrado na manha de domingo e os velorios enchem com a vizinhanca, as vezes ate desconhecidos, que vao la "so pra dar uma forca". O cabelereiro do bairro é pobrezinho, mas corta cabelo legal e so cobra 5 mangos. Algumas padarias nao tem coca-cola, mas o paozinho e gostoso pacas. E o café dá vovó Sebastiana...huuuummm....

Nao tem agua com gas, so "la fora", no posto. Nem gorgonzola, muito menos fagottinni. Carne gorda nem pensar, so "la fora" no centro. Mas tem um povo amigo, que todos se conhecem e vivem tranquilos. O pessoal nao ganha muito nao, mas tem sua casinha - humilde mas bem arrumada - e tem sempre um churrasco no final de semana, antes do horario da igreja.

Depois da igreja tem a pizza, ou entao todos vao pras suas casas pra tirar aqueeeele ronco, acordar dia seguinte e encarar sua rotina de trabalho. Minha namorada por exemplo vai pro trabalho a pe, volta a pe e nao se incomoda com isso. As vezes de bicicleta.

E assim passam os dias - Sem internet, sem carros esporte, sem tv a cabo, sem churrascaria todo dia, sem shopping, sem dionicao, sem gastar tanto dinheiro, sem viver "on the fast lane"

Definitivamente alguma coisa esta errada na minha vida...

Nenhum comentário: