quarta-feira, novembro 30, 2005

Sobre tecnicos, gatilhos, 1084s e roubos

Bem, pra quem nao sabe, eu odeio consertar monitor.

O odio vem bem alem da falta de conhecimento - vai ao ponto que é mais dificil de consertar que um circuito logico. Em um circuito logico se voce esbarrar a ponta de prova (oops!) nao sai pulando faisca pra tudo quanto é lado. Experimenta fazer isso num monitor.

Pois bem, eu tenho aqui um monitor 1084 (Commodore) que é o monitor "de testes". Esse monitor eu so vendo se estiver passando fome, porque tem entradas RGB, Y/C e Composto. Ou seja, serve pra tudo quanto é aparelho, entao fica na minha bancada pronto pra qualquer teste.

Um dia deu um pau doido na fonte do aparelho. Nao consegui consertar (o que nao me surpreende) e deixei-o de lado por uns 3 ou 4 dias. Ai me aparece um amigo dizendo "Rapá, o tio da minha noiva conserta monitor legal e so cobra 30 mangos de mao de obra. Ele é fera!!!"

Eu ja deveria estar seguro contra esse tipo de frase, mas tudo bem, mandei o monitor pro cara.

Dois meses depois me voltam os monitores (eu mandei uns outros de PC que eu tinha aqui jogado). Nenhum foi reparado. Só um de PC que tinha um mau-contato, coisa de solda quebrada. Esse eu mesmo consertaria. Mas como era do meu amigo e ele me devia um monitor, tudo bem, fica elas por elas. E nisso eu ja tinha pego dois monitores 1084 emprestados com a Craudia, que tem um Amiga 4000 que nao usa mais (ilha de edição, etc) entao pedi um monitor emprestado e ela mandou os dois, porque um ta bichado.

Ja que eu estava com dois monitores 1084 bichados, eu aproveitei pra dar uma olhada neles, e consertar o da Craudia, ja que eu nao acreditava que consertaria o meu. Ai começou a festa.

Depois de perder 5 horas pastando no circuito do monitor, descobrir que o tubo de imagem tava bichado (sorte que eu tinha outro igualzinho aqui), e achar que o monitor nao tava do jeito que eu tinha mandado, eu ja tava completamente louco, porque o sinal chegava a um resistor, mas nao chegava ao proximo resistor imediatamente após, com uma bobina no meio que nao tinha no impresso. Epa...Nao tem no impresso...?

Quando eu parei pra examinar, notei duas coisas: Nao tinha a caixinha verde da linha de retardo e...ih...tem um buraco "mais limpo" no impresso...CADE A LINHA DE RETARDO???

Resumindo uma longa historia: O "tenico" tirou a linha de retardo, o cristal de subportadora de croma e o trimmer de ajuste de frequencia da subportadora de croma. Uns 10 reais de peças, mas dificeis de encontrar pacas. Peguei as peças do monitor da Craudia pra testar e bingo! Funcionou redondo.

Agora, eu gostaria que alguem me explicasse o que está acontecendo com os "tenicos" capixabas. Outro dia mandei um monitor parecido com o 1084 pra uma tal de "Kil's Eletronica" aqui em novo mexico, perto da minha casa. Primeiro cobraram 90, baixaram pra 80, baixaram pra 70 dizendo que iam cobrar "só a peça". Acho estranho alguem em uma loja trabalhar de graça. Mais ainda um circuito integrado custar 70 reais. Os tolos eram dois e morreram tres, porque o dono do monitor sabia que esse integrado nao custava 20 reais.

Como eu nao aprovei o orçamento, o monitor que funcionava perfeitamente (apenas variava a cor conforme eu variava o brilho), voltou sem funcionar. Pode uma coisa dessas? Ta ali encostado, esperando eu ter saco de mexer. Nem voltei na tal loja pra nao enfiar a mao na cara de uma meia duzia. Odeio confusao. Odeio parar de bater depois que começa a confusao.

Tirar peça de aparelho é a pior pilantragem que um tecnico pode fazer. Aprendam, crianças.

Ah, o 1084? Ta redondo. Só preciso arrumar a linha de retardo, o cristal e o trimmer. Porque eu nao vou devolver o monitor da Craudia - mesmo com defeito - faltando peças. Eu nao sou "tenico capixaba".

Nenhum comentário: