domingo, abril 01, 2007

Pena de morte adianta? Nao sei, mas...

Calça de veludo ou bunda de fora. Esse sempre foi o meu lema.

Por mais binario que isso possa parecer, é uma realidade quando falamos do nosso sistema legal e prisional. Como estou sem carro, comprei uma bicicleta usada de 50 reau (e que vai dar trabalho pra colocar inteira, mas isso é outro post). E me lembrei de um molequinho de uns 13 anos que tomou um sacode federal (tradução: linchado) la na feirinha do Aribibí. Ele foi vender uma bicicleta de aluminio e, um cara falou que a bicicleta era dele. Depois do porradeiro e da confusao, o cara falou "quer ver como a bicicleta é minha e eu provo? Quer ver?", tirou um molho de chaves do bolso e abriu o cadeado preso a uma corrente na bicicleta. Quer prova melhor que essa?

Mas o post nao é sobre bicicletas. Eu estava lembrando disso e imaginando o destino desse menino.

Opção 1: Policia chega, prende o moleque e manda pra febem. Fica la 2 ou 3 anos aprendendo a roubar mais - uma vez que os "orientadores" e "pedagogos" (sim, odeio pedagogo) da febem nao servem para porcaria nenhuma, uma vez que todo moleque que sai de la de dentro no minimo volta a cometer pequenos delitos. Ai ele é preso de novo, ja virou vagabundo. O resto voces sabem...

Opcao 2: Ninguem chama a policia. O moleque vai pra casa e, no maximo, toma um piau de avaiana de pau do pai. Passada a dor, vai roubar outra bicicleta. Ou pior: Quem roubou é um adulto e botou na mao do pivete pra vender na feira. Chama menos atenção. Assim ele pode ganhar algum e nao se expor.

Alguma das opcoes resolve? NAO. Mesma coisa é com o nosso sistema carcerario. Uma universidade (olha, depois da univerCidade, fica dificil lembrar como escrever universidade direito. Assassinaram a lingua portuguesa, mas isso é assunto pra ainda outro post) do crime, que so sai coisa ruim la de dentro. Algum lugar na internet tem as estatisticas de reincidencias apos a liberacao de um preso? Nao? Pois é, isso nao é bonito de mostrar.

Nao sei se comentei aqui, mas um conhecido, dono de uma loja de equipamentos usados (que vira e mexe eu vou cavar um MSX lá) foi preso porque comprou uma porta de aluminio que foi roubada. Acontece. Ficou numa cela de 3 x 2 com DEZESSETE presos. Voce sabe o que é ter 18 pessoas em 6 metros quadrados? Fica mais ou menos assim: 30 x 30 pra cada um. Sim, to falando de centimetros. 9 dormiam de dia, enquanto o resto ficava em pé. 9 dormiam a noite, enquanto o outro resto ficava em pé. Foi assim por 8 dias. Comida nojenta, agua da bica, um buraco no chao pra cagar e mijar. Se ladrao fosse esperto, nao ia querer parar num lugar desses. Mas se ladrao fosse esperto nao precisaria roubar pra ganhar a vida. Entao voce pode ter certeza, ladrao VAI parar la dentro.

Como o numero de brasileiros aumenta a cada dia, assim aumenta a bandidagem. Entao constroem-se mais prisoes, pra guardar mais gente e gastar mais dinheiro do povo (coisa de 700 reais/mes/preso). E resolve? NAO, porque la dentro é uma universidade do crime. Entao o que fazer?

Opcao 1: Mata. Acabou o problema. Nao é uma solucao cristã.
Opcao 2: Bota moral. Com o PCC e a corrupcao, impossivel.
Opcao 3: Eduque as crianças para que elas nao sejam corrompidas pelo demonio do dinheiro facil e do consumismo. Mas com a familia desmoronada e os sub-empregos reinando, duvido que consigamos...

Ah uma guerra, uma bomba atomica ou um terremoto...

Nenhum comentário: