segunda-feira, março 30, 2015

Better call Saul, né?

Pra começar, vou explicar a piada (e mostrar o porque titulos de filmes traduzidos nao tem graça)
Saul Goodman, o advogado pilantra do Breaking bad, usa esse apelido nao so porque é nome de judeu. Mas porque "it is all good, man!" (fale pra voce mesmo e veja que tem o som de "it is saul goodman" :D )

Hoje assisti todos os 8 episodios (!!!) de "Better Call Saul", o spinoff de "Breaking Bad". Vou tentar nao contar spoilers, mas fazer uma analise rapida.
  • A serie é construtivista, ao contrario do BBad. Ela narra o crescimento de um Saul Goodman (que na realidade se chama Jimmy MgGill ou algo assim) de um moleque arruaceiro sem futuro, a um advogado que cresce a cada dia
  • Nao tem a violencia, mortes e drogas (ate agora) do BBad. E eu achei isso otimo.
  • É captivista e interessante como BBad
  • Os personagens mais interessantes de BBad sao expostos mais a fundo. Por exemplo o Mike Ehmentraut no episodio 6. E é muito legal porque os personagens expostos sao muito carismaticos, e é muito interessante saber mais da vida deles
  • Obviamente, os acontecimentos sao PRÉ BBad.
  • O Saul nao merecia virar bandido no BBad. Podia ate ser necessario, mas nao era merecido
Pra nao entrar em spoilers, paro por aqui. Mas recomendo cada segundo da serie. Comparado com BBad, ta 1000 km a frente.

3 comentários:

Luiz Nascimento disse...

Fino Alexandre!

Tambem estou acompanhando, procurei uma comunidade desta serie pra discutir a oficial está vazia!
Muito interessante a serie está prendendo mais que bbad!

Alexandre Souza - PU1BZZ disse...

Eu achei o capitulo 9 broxante...deu pena do pobre Jimmy. Nao vou comentar mais porque muita gente nao deve ter visto e eu nao quero estragar a diversao, mas confesso que deu muita pena dele.

Antonio Almir disse...

Realmente, com um irmão daqueles... A série é muito boa.