quinta-feira, dezembro 24, 2015

Um conto de natal

Uma historia de natal. Ou quase.

Essa é a historia de um rapaz que estava indo para a academia e, passando em frente a uma igreja, viu uma senhora negra, velhinha, vestida de forma bem humilde, chorando no meio da rua.

Era de noite, horario de saida da tal igreja. Sei la qual era a denominação religiosa. Era uma igreja cristã, protestante, algo assim. A senhora estava exatamente no centro geometrico da frente do templo, e uma profusao de pessoas saia do sagrado culto. Curiosamente, ninguem parecia enxergar tal senhora no meio da rua. Desesperada, ela andava de um lado pro outro, no meio dos carros. E ninguem fazia nada. Nenhum daqueles que sao puros de coracao observava na sua frente, uma pessoa desesperada.

Ato continuo, o rapaz interrompeu seu trajeto ate a academia, e foi falar com a senhora. E ela chorava pelos cotovelos, dizendo que havia perdido sua irmã, e nao se consolava, andando de um lado pro outro.

O rapaz cuidadosamente tirou a senhora do meio da rua - propositalmente para a calçada da tal igreja. Mesmo tendo uma senhora de avançada idade aos prantos ao seu lado, os "crentes" continuavam passando por eles como se fossem invisiveis. Ninguem tomou a iniciativa de auxiliar a pobre velhinha.

Apos conversar um pouco com a humilde senhora, dando uma palavra de conforto e pedindo que ela nao fizesse nenhuma besteira, o jovem continuou seu caminho para a academia. Vez por outra olhando pra tras, e vendo a pobre senhora na calçada, tao notavel pelos olhos de uma pessoa normal, porem completamente transparente aos olhos daqueles que profissam a fé, a paz, a uniao, o perdao, a caridade.

Moral? Nenhuma. Foi apenas um acontecido. Mas se tivesse alguma moral, ela poderia ser

"Nao é preciso acreditar numa lenda para ser bom e fazer o bem"

Feliz dia 25 de dezembro a todos :o)

2 comentários:

Eduardo Camilotti disse...

Feliz natal pra ti Tabajara. E que você e sua família sejam felizes nesse natal.

TL ELETROELETRONICOS disse...

Feliz 25 de dezembro para você também! Saúde!