sábado, novembro 18, 2017

Restaurando o Korg Trinity Pro X (Parte 2, deveria ser parte 3, mas é parte 2, to economizando)

Ola pessoal!

Continuando com a saga da reparação do nosso amado Trinity Pro X, hoje nos vamos instalar o vidrinho (touch screen) que chegou da china.

Eis que chega o maravilhoso pacote contendo o touch screen


Rapidinho, vamos no desempacotamento (porque unboxing é coisa de tchola) :oD


(é pra criar suspense :o) 

Ai está, o touch de 18 dolares. Exatamente o mesmo que é vendido aqui no BR por 300 reais. Use o conhecimento para se empoderar ;o)

Primeiro vamos limpar bem o LCD e colar a fita dupla-face ao seu redor. Observe que é feito um quadrado FECHADO ao redor do LCD. Assim evita entrar poeira entre o LCD e o Touch Screen.

Essa foi a fita que eu usei (e o meu maior erro...)

 Não se esqueça de tirar o plastico de proteção DOS DOIS LADOS do Touch. Primeiro voce tira o plastico que fica pro lado de FORA do LCD.

Posicione o touch desse jeito no painel plastico. Observe que ele esta mais a esquerda e mais abaixo, voce pode confirmar isso pelas proximas duas fotos. Se nao fizer assim, vai ficar uma beirola da tinta condutiva do touch aparecendo no canto direito da tela E NAO ESQUECA DE, NA HORA DE COLOCAR O LCD EM CIMA, TIRAR O FILME PLASTICO QUE COBRE A PARTE DE TRAS DA TELA PARA PROTEÇÃO!!!



Beleza. Agora voce retira as fitinhas de protecao da fita dupla-face, coloca o LCD por cima do touch e aperta os parafusos. Com cuidado.

Ops!? :o( 



DROGA! Fiz besteira!

O problema foi que eu usei uma fita dupla-face muito grossa. Essa fita fez pressao no LCD e...plect. O correto era usar uma fita muito mais fina, daquelas que prendem vidro de tela de celular. Como eu nao tinha, usei o que tinha. E o resultado está ai. :o\

Funciona. Nao estragou a funcionalidade do touch. Observem que o corte está no meio da trilha de tinta condutiva, nao inutilizando o circuito. Mas para um troço feito com todo o cuidado, isso ai foi de (insira sua expletiva preferida aqui).

Bem, dos males o menor. O Trinity agora está "usavel". O touch funciona perfeitamente :o) 

Ainda falta coisa no Trinity. Uns parafusos, a pintura do "ferro" da frente, e algumas teclas que estao com o pesinho solto. Mas do jeito que está, ja da pra por na bancada e usar. E FINALMENTE eu tenho um Trinity :oD

Ae Allex Bessa, o monstro ruge novamente :oD Obrigado pela oportunidade de ter esse brinquedão. Mais ainda com a historia e os milhares de quilometros de estrada que esse bicho tem, esse vai pro caixão comigo e vai ser cuidado com muito carinho :oD

E não esqueça, pessoal...Aquele click esperto nos anunciantes ai espalhados pela pagina, e por favor, compartilhem esse post nas midias sociais. Um grande abraço e ate o proximo post! :oD

(vou tocar ate terça de manha, hehehhe)

sexta-feira, novembro 03, 2017

Restaurando o Korg Trinity Pro X (Parte 1½, quase parte 2)


E nada do touch screen chegar. A proposito, me perguntaram o link que eu comprei o touch screen por 19 dolares com frete. Foi aqui ó: >>>LINK<<<


 Lembrando: Nao conheço o vendedor, nao dou garantia, etc etc etc.

Uma coisa MUITO IMPORTANTE pra voce que vai comprar o touch screen do Trinity:
O conector correto é ESSE AQUI:


Observe o conector na esquerda. Esse é o conector correto. Mas, MUITO IMPORTANTE, observe na direita que há uma "troca de posicao" nos pinos do conector. O Trinity USA ESSA TROCA DE POSICAO. Se voce comprar o touch que as trilhas junto ao touch sao todas retas, NAO VAI FUNCIONAR. Fica a dica pra nao comprar o touch errado. O vendedor tambem costuma perguntar qual o tipo correto (porque há um touch igual com o conector fininho. Se nao me engano é usado nos Korg PA e nos Triton). Basta mandar copia dessa foto ai de cima.

Entao, o Trinity tava parado em pé no mesmo cantinho de sempre. e eu precisava remove-lo pra limpar o quarto. Joguei-o-o em cima da cama, e ficou la por 2 dias ate que eu conseguisse limpar meu pardieiro...


Ja tava de saco cheio de ve-lo nesse estado. Decidi remontar o teclado e usa-lo por enquanto. Mesmo sem o touch, da pra trocar os timbres e tocar. Entao vamos la...Vamos remontar a jaca.


O trinity aberto é bacana, mas um saco de mexer. Como tudo e muito grande, o ideal e voce ter uma mesa com acesso pelos dois lados. Ja que ele é ENORME, fica dificil ter uma bancada no meu lab que ele caiba. O resultado foi mexer em cima da cama mesmo. Deu um trabalhao pq tive que trabalhar agachado, minha coluna reclama ate agora.


Comecei  a remontar as placas de painel, pra depois prender o suporte da placa mae. Eu nao tinha percebido mas, na queda (?) parece que amassou o suporte. Facil de resolver.


Como nao tem manual de serviço separado do Trinity Pro X, eu marquei os conectores pra nao me enganar onde eles iam ligados. Eu ate entendo que cada conector da placa é um tamanho. Mas seguro morreu de velho. Fica a dica pra quem precisar marcar conector :)


Assim voce nao se engana na hora de por os conectores de volta :oD


Pronto, placas todas no lugar. Só o display que eu pus por ultimo, porque nao ia parafusa-lo no chassis. A hora que o touch chegar, é só desencaixar, instalar e encaixar de volta. Funcionando tudo direitinho, eu prendo o modulo do display definitivamente no lugar.


Gosto mais do meu bichao assim. Pena que o painel ja ta todo marretado, mas eu confesso que o Trinity é um dos teclados mais bonitos que eu ja vi :o)


SEEEEEEGAAAAAAAAAAAAAAAAA :oD (megadrive feelings)


Ate hoje me arrepio de ver esse LCD funcionando....


Tres estalos na coluna depois, coloquei-o-o na estante. É uma Stay Aluminium. Infelizmente na posicao que eu quero que ele fique, nao apenas ele bagunça o coreto no meu quarto (pq ele é MUITO largo, 145 cm de largura!) como tambem ele nao pode EM HIPOTESE ALGUMA ficar nessa estante. Se eu encostar em qualquer tecla do teclado, a estante TOMBA PRA FRENTE (!) e cai tudo no chao. Ou algem me doa uma estante de qualidade :oD Ou eu vou ter que fazer uma de madeira... :o\

Proxima etapa? Agora so quando o touch chegar. O Trinity ja funciona :) Tenho que pintar aquele ferro cinza na frente das teclas tambem. Consegui a SCSI-TRI, diz a lenda que ta vindo pelo correio. O vendedor nao mandou rastreio. Quero so ver...



Enquanto nao resolvo a estante...vai ficar encostado ali na parede :o(



Nao vejo a hora de fabricar alguma coisa pra por o trinity em cima :'( Da tristeza ve-lo ali largadao :'(

Ate a proxima, pessoal! Nao esqueçam de clicar nos nossos anunciantes e compartilhar essa postagem para seus amigos! :o)

segunda-feira, outubro 23, 2017

Transformando o YIS503/II em CX7M/128 (Parte 5 - O GRANDE FINAL! :oD) - Inclui tambem a SFG-05

UFA!
Chegamos hoje ao grande final da nossa saga :oD

Poise pessoal, demorou um tempao. A primeira parte foi em 27 de Abril. A ultima parte é hoje, 23 de Outubro. Como vcoes sabem, esse é meu hobby. Apesar de trabalhar com eletronica (Projetista / Desenvolvimento de hardware), eu adoro brincar com micros antigos. Eventualmente faço hardware novo pra hardware velho. Mas é meu hobby. Um cliente reclamou comigo essa semana da minha demora em enviar seus produtos, eu entendo perfeitamente. Mas pedi que ele tambem entendesse meu lado. É meu hobby. E se meu hobby tomar o lugar do trabalho que paga minhas contas, entao deixa de ser hobby. E obvio, falta muito pra esse hobby pagar minhas contas. Uma pena, ia ser legal viver de retrocomputacao. Mas NAO DA. Entao, se eu demorar a voltar a algum assunto, nao e preguiça. Ou é excesso de trabalho, ou faz parte dos percalços de ser brasileiro. As placas da VRAM e Mapper por exemplo, foram feitas na china. Levaram quase 90 dias pra serem entregues. Pois é...

Aproveitando:
Nao esqueça, turminha. Aquela compartilhada basica no post, e a visita aos nossos anunciantes da pagina. O google começou a me dar um dinheirinho merreca, mas que comecou a valer a pena encher o saco de voces pra clicarem nos anunciantes :o) É 10 dolares, 15 dolares por post "grande" como esse. Mas no final de 2 meses, dá 100 dolares, ai a gente compra um brinquedo novo pra trazer aqui pra divertir voces. Nao é legal? :oD Tambem aceito doacoes, tanto em dinheiro, como de equipamentos. E claro, se tiver algo que voces gostariam de ver desmontado, futucado e reparado aqui nessas paginas, bate um-e-meio pra gente que de repente eu atendo o desejo de voces. Claro que quem manda o hardware pra gente futucar, tem prioridade :o)

E voces estao de PARABENS! Em 3 dias chegamos a mais de 1500 visitas, isso NUNCA tinha acontecido no blog. Obrigado pessoal! :oD

Vamos entao ao GRANDE FINAL da nossa saga! :D

No nosso ultimo capitulo, as placas da Mapper e da expansao de VRAM tinham chegado. Quase 90 dias depois :o\


Montei um conjunto e instalei no micro. A montagem dessas placas vai ser um post separado, porque essas placas serao vendidas (40 dolares o conjunto, só as placas. Montadas eu ainda preciso determinar o custo) entao vai ter um post super detalhado sobre elas.

A Mapper eu ja tinha mostrado. Agora eu mostro a instalação da placa de VRAM


 Vamos soldar um pedaco de fio de uns 5cm no pino 61 do VDP9938. É o pino que está marcado em amarelo, em frente ao numero 3


Esse fio vai ligado ao ponto mostrado na foto, ele é um dos sinais de CAS que, infelizmente, nao está disponivel na placa "trampolim" :o)

Com isso o micro ja tem 128K de VRAM, completando a transformacao "limpa" para MSX 2

Agora, vamos pra SFG-05, o clone da Russian Service Bear Crew


Essa é a placa ja montada. O que foi adicionado desde a ultima foto foi a programacao do CPLD, 6 capacitores de 4,7uF ceramicos (ja que tantalo nao achei miudinho) e o YM2151 que o Leonard graciosamente me cedeu (Obrigado Leo! :oD). E aquele fio tosco preto, que na realidade é uma solucao genial. Ao inves de passar uma trilha com o audio da placa por tudo quanto é circuito digital pegando ruido a toa, o Alexey usou um pedacinho de cabo coaxial pra levar o audio da saida dos amplificadores ate o pino SOUNDIN do MSX. E com isso, o som da SFG-05 tambem está disponivel junto com o som do PSG (e da SCC e OPL4 se por acaso voce tiver).


Aqui a placa ja colocada no micro com a primeira impressao da caixinha


Eh...ta meio torto.

Mas caixinha? QUE CAIXINHA??????????

Bem, acho que voces devem saber, ou deveriam. Mas eu sou um dos "pioneiros" da impressao 3D no Brasil. E muito da tecnologia que a galera usa hoje, foi "abrasileirada" em barulhentos brainstormings aqui na garagem da minha casa.

Entao eu imprimi uma caixinha em plastico ABS pra minha placa :) Ainda falta acertar uns detalhes, mas ja consegui imprimir uma razoavel


Claro que nem sempre sai perfeito de primeira


Esse defeito chama-se "Warp". So acontece com ABS, em dias frios, e mais uma meia duzia de condicoes que por acaso, coincidiram de acontecer hoje :o)

Mas eu ja imprimi outro gabinete e ficou legal :oD


Esse ta quase certo


Ainda tem um ou outro detalhezinho a acertar, mas tudo bem :o) E faltou a tampa inferior, que eu fiz toscamente com um pedaco de acetato.


Pra minha sorte...ta vendo aquele furo do meio? Tem um parafuso todo especial pra fixar o cartucho ao computador.

POREM, a Yamaha pensa em tudo :) Dentro da tampa plastica que tapa o buraco do cartucho (ele nao vem nos YIS, só vem de fabrica nos CX) tem la o parafusinho correto, olha que fofo :oD



Micro 2.0, 2 megas de mapper, 128K de VRAM, tudo certinho no lugar. Cartucho SFG instalado, circuito do relogio conferido.

Ufa. Acabou! :o)


Finalmente :o)



Ta, acabou?
Eh...
NAO ACABOU :oD

O CX5M/128 (e acho que o CX7M tambem) vem com um cartuchinho super interessante, que eu vou reproduzir depois :o) Olha as fotos dele aqui!




Mas isso é trabalho pra depois gente, eu dou esse micro como finalizado. Agora é ligar ele no meu Yamaha DX-7 e me divertir um pouco como em 1985! :oD

Serviço:

domingo, outubro 22, 2017

Case impresso em 3D para os botoes da CFFA3000






Caixa dos botoes da CFFA3000
Impressa em plastico abs
Ja com os parafusos, é só encaixar a plaquinha e usar
R$ 40 por encomenda. Vou levar 10 caixinhas ao encontro de Apple II neste sabado 28
Preço promocional. Apos o encontro será mais caro
Aceito cartao de credito e parcelo

sexta-feira, outubro 20, 2017

Hackeando o Mega Drive 4 (parte 1)

---8<---corte aqui---8="" br="" nbsp="">
***UPDATE madrugada de 24/out***: O Neto fez um programa que extrai o conteudo das DUAS placas. Ta la no final, por favor baixem e vejam que bacana o conteudo da placa 1. (e nao esqueçam de clicar no anunciante e compartilhar o post hehe)
---8<---corte aqui---8="" nbsp="" p="">
Ola pessoal!

Mais um artigo da serie "Hackeando o...". E pra variar, mais um artigo multi-partes.

Antes de tudo, o motivo dessa serie "multi-partes" é que o trabalho é longo e extenso. Nem sempre da pra enfiar tudo que precisariamos saber em um artigo so - e nem sempre eu consigo terminar a tempo tudo que precisa ser (re)visto para escrever o artigo. E muitas vezes o hacking sequer está completo, eu escrevo o artigo ate mesmo para cooptar pessoas a ajudar, como por exemplo o Lisias Toledo e o Neto, conhecidos hackers da cena do Mega Drive.

Eu gostaria de, em principio, me desculpar. O artigo é um tanto superficial. Porem apesar da superficialidade, eu estou oferecendo um "ponto de partida" para hackear esse aparelho. Ate onde sei, ninguem ate hoje extraiu essas ROMs, muito menos as decodificou. E eu acho importante espalhar pela comunidade esse tipo de informacao. É o ponto de partida para voos mais altos. Se o MD4 tem o mesmo processador do Atari, Colecovision e Intellivison Flashback, significa que pode haver portabilidade de EMULADORES (e por consequencia, jogos) entre eles. Fora o desenvolvimento de novas aplicacoes/emuladores para essas plataformas. Depois da "benção" da Tec Toy ao trabalho do Neto, acredito que abriu-se uma porta muito importante na comunidade. E é importante manter essa porta aberta. 



E antes de começar o artigo: Nao se esqueçam de POR FAVOR compartilhar esse post em todas as midias sociais que voces tem acesso, e de clicar nos nossos anunciantes e conhecer seus produtos. É uma mixariazinha que gera para o Tabajara, mas é um grande incentivo a continuar escrevendo, tudo bem? E lembrando, aceitamos doacoes! Se alguem tiver um mega drive 4 em perfeito estado (mesmo sem os controles/guitarra ou so a placa) ajuda bastante nosso trabalho. Doações em dinheiro tambem sao bem vindas!

Ok, ao post entao :)

Um dia estava eu na Sta Ifigenia, e vi algumas placas de sucata da Tec Toy pra venda. Tinha mega drive, master system, mega drive portatil, placas de controle de dreamcast...tudo mixaria no Shopping da Beth. Aproveitei pra pegar umas plaquinhas e trouxe pra casa. E ficaram guardadas um tempao...



Um dia, o rapaz do post anterior me mandou o Atari Flashback pra extrair a ROM, e eu descobri que o processador usado no FB7 é o mesmo processador usado em varios videogames. Incluindo algumas versoes do Mega Drive. E lembrei que eu tinha essa placa guardada aqui em casa.


Essa placa ai é o "coração" do Mega Drive 4. Uma versao do MD com dezenas de jogos na memoria, e inclusive uma versao do "Guitar Hero" do PS2, adaptada pro MD. Coisas da Tec Toy :o) Acho que so no Brasil a velharia do Master System (SMS) e o Mega Drive ainda sao PRODUZIDOS e VENDIDOS. Hue Hue, BR BR. Neste caso, uma curiosidade: Essa placa tem um processador "TITAN" e, vejam so, uma trolha de RAM e ROM.

Hum?!

Poise. Essa placa...pasmem...tem 132MB de FLASH ROM. Nao, voces nao leram errado. CENTO E TRINTA E DOIS MEGABYTES DE FLASH ROM.

Explico:

Essa placa nada mais é que uma "especie" de raspberry pi dedicado. O processador TITAN é na realidade um ARM (o qual se desconfia ser da serie LPC da Philips, com algumas modificacoes) rodando um EMULADOR de Mega Drive (e Master System!). Parece incrivel, mas é. E digo mais: É o mesmo processador usado nos Atari Flashback (a partir do 3), Colecovision Flashback e Intellivision Flashback. E teoricamente, com o codigo sendo compativel entre todos eles.

Bugou? Entao se segura. Tem muito mais pra gente ver nesse post monstruoso, de poucas imagens mas muita informacao!

Primeiro, vamos a um infografico rapidinho

  • Rosa: Memoria 25L4005A - 512K serial, guarda o codigo de boot e interpretador de comando (!) 
  • Vermelho - Conexao da porta serial do processador, 115200BPS
  • Marrom - Saida de video composto, audio, entrada de alimentação
  • Amarelo - Processador Titan 1.0C
  • Verde - Memorias RAM
  • Azul - Memoria Flash
Memoria de boot: 

A memoria de boot (em rosa no infografico) inicializa o sistema e procura por um arquivo de inicializacao no cartao SD ou na memoria FLASH da placa. Encontrando esse arquivo, carrega e transfere o comando ao mesmo.Infelizmente, so veio esta memoria em uma das duas placas desse tipo que consegui. E eu queimei a memoria ligando-a invertida nas inumeras trocas de memoria entre as duas placas. Estou aguardando chegar memorias novas pra continuar os testes. Mas para quem quiser tentar emular este processador, o conteudo da memoria de boot está aqui: >>>Memoria de boot<<<

Conexao da porta serial: 

A imagem diz tudo. TX, RX, GND. Lembre-se que é um sistema trabalhando a 3.3 volts, entao voce vai precisar de um conversor de serial USB compativel. Eu usei um cabo de celular, mas provavelmente voce vai querer comprar um desses aqui:
A configuração do terminal é 115200N81. Se nao funcionar, inverta os pinos de TX e RX. Voce vai ter acesso a um interpretador de comandos (!!!!!!!) onde voce pode fazer varias coisas, como executar arquivos, ler o SD, formatar o SD, enviar e receber arquvios para/do PC (!!!), entre outros. Digite HELP para uma lista de comandos.


Quem diria que tem isso dentro do Mega Drive 4, né? :o)

Saida de video composto, entrada de alimentação: 


Pinagem facil. Sao 6 pinos da esquerda pra direita.
  1. Video
  2. GND
  3. Audio
  4. GND
  5. +9V
  6. +9V
Ou seja, voce liga uma fonte de 9V entre os pinos 6 e 4, liga um cabo de video/audio nos pinos 1, 2 e 3 e pronto, ja pode fuçar na sua placa :o)

Processador Titan 1.0C:


Esse a gente ja tinha falado antes no post do Atari Flashback, mas agora vamos ir um pouco mais a fundo...Este processador PARECE ser uma edicao customizada de um processador ARM da serie LPC da Philips. PARECE porque tem todo um misterio ao redor da sua fabricação. O processador foi customizado para a ATGames, e nao há NENHUMA informacao razoavel disponivel pela web. Esse vai dar trabalho pra gente descobrir como funciona. To com a ideia de decapar o processador e fotografar o die de silicio em um microscopio, pra tentar achar alguma coisa sobre o distinto.

Como há uma miriade de emuladores de processadores ARM disponiveis, uma pessoa com mais conhecimento de emulação (Oi Felipe Sanches, to olhando pra voce :oD) poderia ajudar a TENTAR encontrar um caminho. Quem sabe? Entao vamos ficar com um ponto de interrogacao daqueles bem grandao por enquanto :o(

Memorias RAM:

Temos duas memorias D33S64016 de 16 megabits (=2 megabytes, perfazendo 4 megabytes de RAM). Nao tem muita coisa interessante pra discutir aqui. Duas memorias RAM smd. Cabô. :o\

Memoria FLASH:


Aqui que a porca torce o rabo :oD

Essa é uma memorya FLASH-ROM HY27UF081G2A de...132 megabytes. Pra que tudo isso? Poise. Tem coisa adoidado dentro desse chip. Tem musicas em MP3 pra parte do "Guitar Hero", imagens, ROMS de jogos, os programas que sao rodados pelo Titan...é tanta coisa interessante que ainda nao deu pra ver tudo.

Em um Brainstorm, eu, Neto e Lisias conseguimos chegar a algumas conclusoes sobre o formato dos arquivos das ROMs. Porem foi o Neto que acertou o prego, e criou um excelente utilitario para extrair o conteudo da ROM da placa 2. E ainda esta trabalhando na rom da placa 1.

O trabalho foi por essa Flash ter na realidade 128MB, sendo os outros 8MB de informacao de (acreditamos ser) ECC. De acordo com as palavras do Neto:
Montei um algoritmo para calcular os bancos e posição dos arquivos.

Ele segue o padrão ao longo do arquivo.
0x700 bytes válidos e 0x140 de filler aleatório.
Considerando os bancos, você começa a leitura a partir do Offset 0x12 e lê blocos de 0x20 bytes em formato texto até encontrar o primeiro Nullo, indicando o fim da tabela de arquivos.
A partir dai você usa aquela informação do tamanho de arquivos e vai somando os tamanhos.
Onde termina um começa o outro, sempre considerando os bancos. Os bancos são de 0x840 Bytes, sendo que cada banco tem 0x700 bytes válidos e 0x140 são dados que não fazem parte da estrutura.
 E o Lisias complementando:

os 0x140 não são aleatórios! São ECC! Dei uma olhada na espeficicação do NAND Flash FS. os dados + ECC têm 2112 bytes porque esse é o tamanho da macrocélua deste chip.
Ou seja, conseguimos decodificar pelo menos a ROM da placa 2. O trabalho na placa 1 continua, e voce pode colaborar tambem! Para quem quiser futucar nos arquivos...


#MAME_no_MD4_e_Atari_Flashback!!! :oD