domingo, novembro 16, 2014

A prova que a computação ja foi mais legal ;)

Oi, meus 20 ou 30 leitores, tudo legal?

Hoje eu vou falar sobre um assunto que me incomoda ha anos: A falta da "praticidade" na computacao pessoal para os pequenos, que nunca usaram um computador antes.

Minha namorada tem um filho de 12 anos. Inteligente e curioso. Ele tem contato diario com a informatica (tem computador, celular, tablet, videogames, etc) porem nunca viu um computador antigo. Antigo no sentido das maquinas pre-pc, ou seja, Spectrum, Apple, Atari, TRS-80, etc

Um dia, levamos o guri pra um encontro da lista videomagia, la na casa do Junior Capela.


Encontro legal, gente legal, um monte de micros antigos. E uma hora, eu sentei no Atari 800 e digitei um programinha bobo...

10 PRINT "Tabajara Labs ";
20 GOTO 10

Esse programa é basicao, so enche a tela de "Tabajara Labs" e mais nada. E mesmo assim, o moleque pirou o cabeção.

!!!


Nós nos afastamos tanto do "basicão" que nao percebemos o quão distantes estamos dos tempos onde era só ligar um computador e, instantaneamente, começar a programar. Isso é algo que faz uma falta danada e não percebemos. O resultado é que o moleque sentou na frente do computador e - com poucas instruções - COMEÇOU A PROGRAMAR!!!


Os computadores de hoje em dia não apresentam mais essa abordagem "amigavel" que as maquinas antigas com BASIC interpretado apresentavam. Hoje em dia, no mundo das janelinhas e do include não temos mais programas digite-e-rode. Hoje temos dezenas de passos ate digitar uma linha de codigo que imprima algo na tela e satisfaça o usuario. Longe então de gerar a necessaria curiosidade sobre o assunto. 

Provavelmente voce tem um programador na sua casa. Ele só nao descobriu ainda, porque complicamos demais o processo.

O que podemos fazer para descomplicar a informatica???

4 comentários:

Johnny Dreher disse...

Por isso que eu defendo a plataforma Arduino, eu uso ela nas minhas aulas de microeletronica e o interesse dos alunos pelo assunto da programação cresce muito se na primeira aula eles já fazem um led piscar. Antes usavamos os PICs aqui no colegio, e para piscar um LED levava um certo tempo, era complexo, ai os alunos perdiam o interesse.

Mas para esse momento de entrada, uma plataforma intuitiva e simples é otima.

Osvaldo Santana Neto disse...

Já comentei isso com amigos e eles concordaram comigo.

Uma outra coisa que percebo, também, é a complexidade dos jogos que as crianças jogam hoje.

Eu comecei a programar para fazer meus próprios jogos. Na época eu jogava em um Atari e ganhei um MSX. Eu tinha total capacidade de fazer um jogo com os padrões técnicos de um Atari.

Hoje o jogo tecnicamente mais simples que ele joga é Minecraft que é todo em 3D...

Quando eu disse pra ele que dava para fazer jogos com programação e ele tentou fazer um no Scratch eu percebi uma certa decepção com o resultado. Acho que a expectativa dele era bem maior.

Osvaldo Santana Neto disse...

Sobre alternativas eu vi essa daqui recentemente e me pareceu bem legal: http://propellerpowered.com/shop/?page_id=1946

Sbampa12 disse...

Ola humano!

Recebi um email da USP com o seguinte evento:
"Hora do Código" no ICMC (Campus São Carlos)

http://www.saocarlos.usp.br/index.php?option=com_content&task=view&id=18891&Itemid=171

Onde vão fazer alguma coisa voltada a despertar a atenção das pessoas para a programação.
No link do evento, discutem sobre a importancia das pessoas conhecerem programação, comentando até que em alguns paises se discute (e implementam) a disciplina de programação nos cursos de ensino medio.

Achei interessante por ser algo como você estava dizendo, de chamar a atenção das pessoas para isso!

Att,