quarta-feira, abril 25, 2018

MSX Yamaha YIS303/YIS503 - E seus irmaos ( parte 2 - Reforma do YIS303 )

Ola Pessoal!

No ultimo post dessa serie, conversamos sobre os "irmaos" de um computador que eu vou chamar de "Yamaha tipo 1". Hoje vamos falar sobre a "reforma" que eu fiz no meu YIS303, que alias é necessaria em todos os micros dessa serie por causa de um defeito caracteristico na fonte.

Claro que eu vou, como sempre, mendingar o click de voces ali em cima nos nossos anunciantes...O seu click é muito importante pra nós, porque assim o Tabajara ganha uma merrequinha e pode trazer mais brinquedos pra vocês. Compartilhem tambem o post nas listas de discussão e nas redes sociais!

Aceito tambem doações de grana e/ou hardware, entre em contato pelo alexandre@tabalabs.com.br e ajude o site :o)

Vamos lá? :oD Este post tem fotos e informação pra caramba, entao PREPARE-SE! :oD

Primeiro, vamos apresentar nosso amigão, YIS303


Este micro é o "primo pobre" do YIS503, a versão "caseira" do CX5M. Olha os dois juntinhos aqui


O YIS303 tem a menos:
  • 16K ao inves de 32K de RAM
  • Expansao traseira tapada (!) por um pedacinho removivel de plastico (!!!)
  • Um par de buffers na linha do Z80
  • Conector de impressora
  • Integrados relativos a impressora
  • Teclado bleosta, mesmo sendo fabricado pela ALPS
Facilmente se transforma num quase-YIS503, apenas colocando o que está faltando. E claro, nao da pra mudar o teclado. Ou dá, mas voce não vai achar por aí um teclado de YIS503 sobrando :) O micro é TÃO modular, que ate a parte do teclado é substituivel.

Outro problema, mas da serie "Yamaha modelo 1" inteira, é a variação de resistencia de um resistor de metal film da fonte. Isso faz com que o micro as vezes ligue, as vezes não. Eu pastei pra descobrir esse problema, é um resistor de 68K na linha de alimentação.


Trocando o resistor, tudo volta ao normal. Ele não abre, mas varia a resistencia.

Vamos começar nossa jornada. Se voce quiser apenas dar uma "geral" no micro, vá seguindo as fotos. Caso queira "upgradear" o computador pro quasi-503, você vai precisar de:
  • Conector centronics de impressora femea para MSX 
  • Duas memorias 4416
  • Dois integrados 74LS244
  • 74LS32
  • 74LS125
  • 74LS32
  • 74LS374
  • Solda, ferro de soldar, sugador, paciencia, sorte, perseverança, etc. 
Abrindo o computador, temos essa visão


A fonte de alimentação (nosso primeiro paciente) fica a esquerda, debaixo da tampa aletada. As areas marcadas em vermelho na placa mae sao as areas que precisarão da nossa intervenção.

Primeiro vamos retirar a fonte. É um saco, mas tem que tirar tudo. Inclusive há um parafuso que prende esse quadrado grande de metal à fonte. Deixe sem, voce vai me agradecer por isso no futuro.



Essa é nossa paciente


O resistor a ser retirado é o que está na vertical, ao lado do resistor retangular branco. Alias, uma coisa que não me ocorreu na epoca, e me ocorre agora, é que podemos trocar TODOS esses resistores de potencia azuis. O resistor que sempre falha é um resistor de Metal Film, 68K ohms, 2 Watts (está certo no esquema e errado na lista de peças do manual em PDF) identificado como R3. Basta comprar um resistor igual e trocar, nao há misterio
 
(se clicar nas fotos, elas aumentam. Fica a dica)
 
 É esse bichinho aqui ó...
 


Mais algumas fotos da fonte




Fonte resolvida, vamos para a placa mae

Primeiro, vamos colocar o conector de impressora no lugar. Aproveite para colocar os integrados da saida de impressora. Não se esqueça de colocar soquetes, e da orientação correta dos integrados. Veja na placa!


Agora, vamos substituir os fios amarelos por dois soquetes, e os integrados respectivos. Aproveite para colocar tambem as duas memorias 4416 nos soquetes que ja estão instalados na placa


Não esqueça de cortar as tampinhas de plastico que tapam as saidas traseiras


Facinho, né? Isso ai completa os "upgrades basicos" do computador

Só pra terem uma referencia, aqui está a placa "completa"



Agora, vamos atacar o teclado. Uma limpeza sempre é bom.


E por baixo



Olha so por baixo quem fabrica o teclado


O ideal é desmontarmos, lavarmos todas as teclas e darmos aquele brilho com silicone oleo


Os interruptores são os Alps "borrachinha" (não fazem "clec" como as chaves tacteis) facilmente encontraveis no mercado. Caso alguma tecla sua esteja falhando, não hesite em trocar o interruptor. Ou chute logo o pau da barraca e troque tudo. No AliExpress custa mixaria um saco de 100 peças.

Aproveitando que estamos com a mão na massa, vamos fazer o cabo de video do bichinho?


Um DIN-5, dois pedaços de coaxial e dois plugues (ou jacks de cabo) RCA. Da esquerda pra direita voce tem Audio, N/C, GND, Video, N/C


Depois junte as metades, lixe e solde dessa forma. Assim o conector nunca se desmonta, e dura a vida toda (macetão tabajara :D )

Tudo limpinho, monte novamente o teclado e conecte-o na placa mae. Não se esqueça da ordem dos cabos!



Hora de fechar o caixão


Vamos testar?


Viva! \o/

Ah, o cabo de força? É...micro que vem do Japão que é vendido como "Junk", eles normalmente cortam o cabo de força (!) para que voce nao o ligue em hipotese alguma. Serio.

Eu ja tenho o macete: Corto o "strain relief" (aquele trocinho preto que o fio passa por dentro) no meio em um dos lados, abro com cuidado, retiro a capa do fio antigo e coloco um fio novo. Olha a gambiarra!


Cabou :o)

NÃO! :oD

Esses "Yamaha tipo 1" tem um problema serio, chamado "mapeamento bizarro de memoria". Na realidade ele so tem 32K de RAM, nao tem 64K. E com isso, a interface de drive não funciona. Alias, funcionar ela funciona, mas não funciona o MSXDOS.

Macetao? Memoria de 64K usando o slot lateral que não serve pra nada (em alguns casos)

Vamos pegar uma memoriazinha de 64K...


Soldemos-a-a em cima do BIOS pra facilitar as coisas...


Pegamos o /SLTSEL do slot lateral


(Aonde? O tracinho preto, no N do CN1)

E fica assim a gambiarra :)





E fica bom?

NÃO!

Fazendo assim voce perde um slot. Em breve um outro artigo descrevendo minunciosamente essa instalação com um expansor interno de slots, assim voce expande o slot lateral e ainda fica espaço pra 2 perifericos internos, por exemplo uma megaram e um chip de audio FM.

Mas por enquanto é só! Depois que a gente mexer no YIS503, a gente passa pra placa interna de expansão ;o) Vocês não perdem por esperar! :oD

Até a proxima, pessoal! E não se esqueçam de clicar nos anunciantes e compartilhar este post ;o)

2 comentários:

Davi Magalhães disse...

Fantástico.

Luiz Nascimento disse...

ola Alexandre!

muito bacana seu tópico! com relação ao problema do resistor, sempre foi um valor que quando eu encontro em qualquer equipamento que vou consertar sempre confiro, pois eh o valor de resistor que, por muitos anos trabalhando com consertos de televisores principalmente, percebia alteração de resistência!
um grande abraço!