quarta-feira, julho 29, 2009

Pisa no freio, zé!

As vezes acontecem coisas que desejavamos que rolassem mais rapido
  • Uma proposta de emprego que requer tempo para ser concretizada
  • Um novo amor que desejavamos que ja fosse esposa, mas que ainda nao rolou nem o convite pro primeiro encontro
  • Uma biblia de prestacoes pra pagar, que desejavamos que ja estivesse na ultima
  • Uma hora que demora a passar
  • Um destino que nao chega
Tudo na vida requer calma...muita calma...Apressado come cru

Mas a ansia...Essa incomoda! :oD

A binariedade da gravidez

Pessoal, deixa eu explicar uma coisa?

Nao existe:
  • ligeiramente gravida
  • gravidinha
  • gravidona
  • gravidissima
Ou voce está gravida, ou nao está. Pode ser uma ninhada de oito, ou um solitario bebê. Mas ou é GRAVIDA ou é NAO GRAVIDA.

Este foi o serviço Tabajara©®© de informações pertinentes.

terça-feira, julho 28, 2009

Rio de Janeiro Blues

E mais uma vez, eu fui ao rio de janeiro.

Dessa vez fui tranquilo. A viagem foi tranquila e a estadia tambem. Mas sempre tem o que reclamar, senao este nao seria "o pior do meu mau humor", nao é mesmo? :oD

Vamos destilar o veneno. A diversao é justamente essa! :o)
  • A rodoviaria novo rio continua uma poçilga. Ja passou - HA MUITO TEMPO - da epoca de cuidarem daquele pardieiro. Logo quando voce chega pela manhã ja tem aquela rodoviaria suja, com taxistas ladroes e umas moças chatas que ficam batendo no vidrinho das suas cabines, implorando pra voce pegar um taxi. Ainda bem que eu tinha carona. Eu ja disse o quanto IMUNDO é o lugar ao redor da rodoviaria? Faz um bem danado pro turismo :P
  • O rio de janeiro continua lindo...NAO! O rio de janeiro continua outra pocilga, um lugar detestavel! Até para os ricos deve ser ruim, porque para os pobres é HORRIVEL.
  • A estrutura de telecom no rio é uma piada. Ja botei aqui no blog fotos de postes com UM BILHAO de fios emaranhados. Como alguem se acha ali?
  • Quando voce viaja pra um lugar miudo como o ES, voce percebe o quanto as distancias no RJ sao ENORMES! :oO
  • Comida no RJ é simplesmente MARAVILHOSA. O ES precisa aprender muito com as pizzarias do RJ.
  • O governador/prefeito/seila do RJ quer acabar com as Vans. Sabe porque? Porque elas nao cumprem as regras. O que mais acontece é van (registrada) pegar outro caminho, nao passar no ponto na hora, deixar passageiro no ponto, esse tipo de coisa. Eles fazem o que lhes é mais conveniente. Quem nao segue as regras...
  • Uma rodoviaria (de novo ela) do tamanho da Novo Rio, nao tem como ter apenas DOIS pontos de acesso a internet, da MESMA EMPRESA. E que quando para um, para TUDO. Um ABSURDO.
E o rio de janeiro continua horrivel...

E como foi a MSXRIO?

Foi o maior barato!!! Quem nao foi, perdeu!

  • O Oazem e o VSU, fantastico!!! A galera babou grosso!!!
  • O Zé Luiz com a Expert 3 com DVD-ROM interno dele. Um luxo!
  • O Venon com o Sony...um micro lindo!
E a presença de varios usuarios, ex-usuarios e novos usuarios (!) de msx. Foi o maior barato!

A maldição da MSXRIO. Querida R.I.P. :o(


Ja ta ficando chato.

Todo ano que eu vou pra MSXRIO, morre um bichinho meu. Dessa vez foi a Querida, atropelada **na porta de casa** (eu moro praticamente dentro do mato, numa rua de terra, sem movimento algum!) no sabado.

Descanse em paz, raposinha querida :(

segunda-feira, julho 27, 2009

MSXRIO, e eu ainda to no rio :D

(tem coisa pior que teclado de lan-house?)

Pois e, ainda to no rio, passagem comprada para hoje a noite. Amanha cedo eu posto minhas fotos :)

Saudades do ES, mas nao posso negar que quando venho ao RJ e encontro minhas raizes, da uma vontade de ficar por aqui...E tanta gente importante que fez parte do meu passado, que realmente da vontade de ficar uma semana, ou quem sabe um mes, por aqui. Pena que nao vendi nada na MSXRIO, senao ficava mais uns dias por aqui...

sexta-feira, julho 24, 2009

MSXRIO amanha, as 10:00 no SESC engenho de dentro!

Nuff said. Amanha é dia de MSXRIO e vai ser super divertido! Eu vou estar la! :oD

segunda-feira, julho 20, 2009

O passinho de formiga, entrando em ação

Pois é, a MSXRIO é no sabado e eu - a muito custo - guardei uma tutta-e-meia pra poder viajar. Claro que a viagem pra MSXRIO nunca é "de graca", eu sempre vou porque inevitavelmente vendo alguma coisa de hardware. E depois que o mercado livre bloqueou minha conta (e nao quer liberar porque nao tenho cartao de credito e NAO vou tirar cartao pra agradar ao ML), ficou dificil vender a cacetada de coisas de MSX que ainda tenho aqui. Fora os multicarts (de MSX que ja estao prontos).

Mas ontem aconteceu uma coisa legal: Peguei de volta o meu Opala. Aqueeeeleeee todo bichado que o Wanderson V8 INSISTIU em comprar. Fiz um negocio legal (paguei em videogames e micros antigos hehehe) ja que o troço estava encostado na porta da casa dele...desde que eu lhe vendi o carro! :oD e trouxe o "highlander" de volta pra casa. Highlander porque ele sempre sobrevive (hahaha) e é mais velho que minha vó :) Veio em dois cilindros, eventualmente 3 (o quarto nunca funcionava) e fazendo um barulho ensurdecedor, morreu a 2 km de casa mas deu pra ressucitar. Ja ta na garagem. Melhor uma lata velha andando, do que carro nenhum. Acreditem em mim.

Pois bem, hoje de manha eu abri o capô do carro, e fui fazendo a listinha...Reparo de burrinho de freio, junta de cabeçote - alias, jogo de juntas do motor, porque vai ter que mexer em BASTANTE coisa, bateria nova, aditivo pro radiador, distribuidor pra ignicao eletronica (ainda é platinado), caixa de direção nova, lampadas pros farois e lanternas, trocar todos os terminais (ja bastante oxidados), trocar o alternador, comprar o suporte do alternador que ta quebrado, muita, mas MUITA fibra de vidro e vinil adesivo pra cobrir o carro inteiro e nao ficar horrendo. Aproveita e faz a adesivagem do SS :o)

Bem, o pouco dinheiro que tem aqui, é pra ir a MSXRIO pra **fazer mais dinheiro**. Nao tem passeio nenhum, to indo com o dinheiro da passagem mais 20 contos pra comer alguma coisa. 3 dias a pao-e-agua. Claro, la no rio eu como na casa da minha mae, mas enquanto nao estiver em casa, é biscoitinho-agua-e-sal-generico e copo d'agua. É um esforço que tenho que fazer, pra trazer algum dinheiro de venda de cartuchos e outros hardwares na MSXRIO.

E onde entra o passinho de formiga? Bem, pela minha vontade, eu compraria todas as peças que preciso pra mexer no carro. Mas...uma coisa de cada vez. Primeiro ir a MSXRIO, pra trazer mais dindin, pagar todas as contas do mes/atrasadas, depois a gente pensa em mexer na lata velha. Nem pensar em fazer diferente. Hoje deixei de comprar um (raro e caro) distribuidor de opala 4cc pra ignição eletronica (platinado sux) por 80 contos. Custa 200 no ML. Mas eu nao vou gastar o dinheiro que NAO é pra gastar. Eu preciso aprender a deixar de ver uma oferta, ou ver e deixar de gastar dinheiro com ela. Ofertas aparecem todos os dias, é só esperar um pouco.

Quisera eu ter aprendido a pensar assim ha 15 anos...

POBRES ALUNOS, BRANCOS E POBRES...

Isso que está aqui, eu ja venho dizendo no meu blog ha tempos. Dessa vez, uma pessoa "famosa" (embora eu nao me lembre dela, e francamente nao tenho como atestar a veracidade da autoria do texto) diz - exatamente - a mesma coisa que eu. E desta vez explicando razoes e motivos. Bola branquissima!


POBRES ALUNOS, BRANCOS E POBRES...


Sandra Cavalcanti

(Professora, jornalista, ex-deputada federal
constituinte, secretária de Serviços Sociais no governo Carlos Lacerda, fundou e presidiu o BNH no governo Castelo Branco)


Entre as lembranças de minha vida, destaco a alegria de lecionar Português e Literatura no Instituto de Educação, no Rio. Começávamos nossa lida, pontualmente, às 7h15.
Sala cheia, as alunas de blusa branca engomada, saia azul, cabelos arrumados. Eram jovens de todas as camadas. Filhas de profissionais liberais, de militares, de professores, de empresários, de modestíssimos comerciários e bancários. Elas compunham um quadro muito equilibrado. Negras, mulatas, bem escuras ou claras, judias, filhas de libaneses e turcos, algumas com ascendência japonesa e várias nortistas com a inconfundível mistura de sangue indígena. As brancas também eram diferentes. Umas tinham ares lusos, outras pareciam italianas. Enfim, um pequeno Brasil em cada sala.
Todas estavam ali por mérito!
O concurso para entrar no Instituto de Educação era famoso pelo rigor e pelo alto nível de exigências.Na verdade, era um concurso para a carreira de magistério do primeiro grau, com nomeação garantida ao fim dos sete anos. Nunca, jamais, em qualquer tempo, alguma delas teve esse direito, conseguido por mérito, contestado por conta da cor de sua pele! Essa estapafúrdia discriminação nunca passou pela cabeça de nenhum político, nem mesmo quando o País viveu os difíceis tempos do governo autoritário.

Estes dias compareci aos festejos de uma de minhas turmas, numa linda missa na antiga Sé, já completamente restaurada e deslumbrante. Eram os 50 anos da formatura delas! Lá estavam as minhas normalistas, agora alegres senhoras, muitas vovós, algumas aposentadas, outras ainda não. Lá estavam elas, muito felizes.Lindas mulatas de olhos verdes. Brancas de cabelos pintados de louro. Negras elegantérrimas, esguias e belas. Judias com aquele ruivo típico. E as nortistas, com seu jeito de índias. Na minha opinião, as mais bem conservadas. Lá pelas tantas, a conversa recaiu sobre essa escandalosa mania de cotas raciais.Todas contra! Como experimentadas professoras, fizeram a análise certa.

Estabelecer igualdade com base na cor da pele? A raiz do problema é bem outra. Onde é que já se viu isso? Se melhorassem de fato as condições de trabalho do ensino de primeiro e segundo graus na rede pública, ninguém estaria pleiteando esse absurdo. Uma das minhas alunas hoje é titular na Uerj. Outra é desembargadora. Várias são ainda diretoras de escola. Duas promotoras. As cores, muitas. As brancas não parecem arianas. Nem se pode dizer que todas as mulatas são negras. Afinal, o Brasil é assim. A nossa mestiçagem aconteceu. O País não tem dialetos, falamos todos a mesma língua. Não há repressão religiosa. A Constituição determina que todos são iguais perante a lei, sem distinção de nenhuma natureza! Portanto, é inconstitucional querer separar brasileiros pela cor da pele. Isso é racismo! E racismo é crime inafiançável e imprescritível.

Perguntei: qual é o problema, então? É simples, mas é difícil.

A população pobre do País não está tendo governos capazes de diminuir a distância econômica entre ela e os mais ricos. Com isso se instala a desigualdade na hora da largada. Os mais ricos estudam em colégios particulares caros. Fazem cursinhos caros. Passam nos vestibulares para as universidades públicas e estudam de graça, isto é, à custa dos impostos pagos pelos brasileiros, ricos e pobres. Os mais pobres estudam em escolas públicas, sempre tratadas como investimentos secundários, mal instaladas, mal equipadas, malcuidadas, com magistério mal pago e sem estímulos. Quem viveu no governo Carlos Lacerda se lembra ainda de como o magistério público do ensino básico era bem considerado, respeitado e remunerado.

Hoje, com a cidade do Rio de Janeiro devastada após a administração de Leonel Brizola, com suas favelas e seus moradores entregues ao tráfico e à corrupção, e com a visão equivocada de que um sistema de ensino depende de prédios e de arquitetos, nunca a educação dos mais pobres caiu a um nível tão baixo. Achar que os únicos prejudicados por esta visão populista do processo educativo são os negros é uma farsa. Não é verdade! Todos os pobres são prejudicados: os brancos pobres, os negros pobres, os mulatos pobres, os judeus pobres, os índios pobres! Quem quiser sanar esta injustiça deve pensar na população pobre do País, não na cor da pele dos alunos. Tratem de investir de verdade no ensino público básico. Melhorar o nível do magistério. Retornar aos cursos normais. Acabar com essa história de exigir diploma de curso de Pedagogia para ensinar no primeiro grau. Pagar de forma justa aos professores, de acordo com o grau de dificuldades reais que eles têm de enfrentar para dar as suas aulas. Nada pode ser sovieticamente uniformizado.
Não dá!

Para aflição nossa, o projeto que o Senado vai discutir é uma barbaridade do ponto de vista constitucional, além de errar o alvo. Se desejam que os alunos pobres, de todos os matizes, disputem em condições de igualdade com os ricos, melhorem a qualidade do ensino público. Economizem os gastos em propaganda. Cortem as mordomias federais, as estaduais e as municipais. Impeçam a corrupção. Invistam nos professores e nas escolas públicas de ensino básico.

O exemplo do esporte está aí: já viram algum jovem atleta, corredor, negro ou não, bem alimentado, bem treinado e bem qualificado, precisar que lhe dêem distâncias menores e coloquem a fita de chegada mais perto? É claro que não. É na largada que se consagra a igualdade. Os pobres precisam de igualdade de condições na largada. Foi isso o que as minhas normalistas me disseram na festa dos seus 50 anos de magistério! Com elas, foi assim.

sábado, julho 18, 2009

A importancia do passinho de formiga

Alguem ja parou pra pensar o motivo pelo qual as pessoas falham?

Eu dediquei esta semana a estudar isso. Vejo tantas pessoas que MERECIAM ter sucesso falharem, e tantas pessoas que nao tem (aparentemente) ingrediente nenhum para ter sucesso, terem tanto sucesso. Há uma receita? Sim, parece que há.
  • Um passo de cada vez. Varias pessoas querem "queimar etapas" e dao um pulo la na frente. Algo como chamar a garota pro motel no momento que voce a conhece, ou pedir em casamento a namorada que voce está namorando ha 30 dias. Claro, pode dar certo, mas a chance de dar certo é muito pequena. Que tal dar um passo de cada vez, dando oportunidade ao acaso e ao tempo?
  • Passinho de formiga. Da mesma forma que queimar etapas pode (e normalmente é problematico), tente dar um passo pequeno de cada vez, mas sempre em frente. De nada adianta voce dar um passo grandao e, nao conseguir sustentação e tomar um tombao. Ai voce volta laaaaaaaaaa atras. Lembre-se: Passinho de formiga.
  • Determinação. Nao adianta voce montar uma mercearia com poucos produtos e achar que no mes seguinte ela virou um supermercado. Pra um negocio crescer, dá trabalho, leva tempo e dinheiro. Voce tem que acreditar fielmente no que está fazendo e respirar aquela tarefa. Nao adianta ser "maioumeno" e nao resolver seus problemas. Been there, done that. Perseverança é o nome do jogo.
  • FOCO. Essa é a parte mais dificil. Hoje em dia há uma miriade de distrações que podem te tirar do seu objetivo principal. Mais ainda, voce pode ramificar o seu negocio de forma que qualquer um se perde. Que tal um produto ou uma linha de produtos de cada vez? Podem aparecer oportunidades, mas será que voce vai conseguir cuidar de tudo ao mesmo tempo? Administração é uma arte...
Tem mais? Muito mais! Mas isso ai de cima é 90% do bolo...

...Bolo que eu ignorei durante os ultimos 15 anos...

quarta-feira, julho 08, 2009

Tem coisas que me fazem rir, mas tem coisas que me tiram o folego de tanto rir!!!

Tem coisas que realmente me tiram do serio de tanto rir

Lembro-me que no início da década de 90 um adolescente de nossa Igreja me relatou que ganhou um vídeo gueime Gênesis na rifa; Ele na época morava com a avó, que era cega; Ligou o vídeo gueime em sua televisão, mesmo contra a vontade de seu avô, que acreditava que aquilo poderia estragar o aparelho televisor CCE©. No momento em que ligara o cartucho a televisão proferiu uma zombaria contra a senhora, com um melodioso: “Ceeeeegaaaa!”.
Imagina o resto? Vai la, comece o dia morrendo de rir :oD

http://www.igrejainternacional.com/artigos/os-males-dos-video-gueimes/

domingo, julho 05, 2009

Fake Pen Drive? QUE SACO!

Essa historia ja ta dando no saco.

A "mania" do momento é o pen-drive falsificado. Voce compra um pen-drive de 2 gigas e descobre que os gigas sao gigabits, e nao gigabytes. Até ai tudo bem, combinado nao é caro. Mas o problema é que sao dois gigabits e o drive formata como dois gigaBYTES.

Ta achando vantagem?

Voce começa a ver a desvantagem quando voce copia dois gigas de dados e percebe que tudo ta corrompido, que seus arquivos SE FORAM.

Essa "saga" começou com um mp3 que eu dei de presente pra minha esposa, quando ainda estavamos namorando. PD de 2 gigas, e que misteriosamente corrompia os arquivos. Obviamente eu abri e...FLASH ROM de 512 megabytes. Ok, peguei um utilitario na net, formatei o troço no tamanho correto e funcionou perfeitamente, ta em uso até hoje.

Depois, minha esposa trouxe uns arquivos num pen-drive (Sony Vaio! :D) de um colega de trabalho. Eu copiei os arquivos (era umas fotos) e aproveitei pra dar uma olhada nas apostilas de matematica e fisica que tinha junto. Ai eu vi que os arquivos estavam na maioria corrompidos. Aproveitei pra dar uma "olhada geral" (em nome da ciencia, obvio) e percebi que a grande maioria dos arquivos estavam corrompidos. Mesma coisa, pen-drive de 2 gigas e chip de 512 megas.

Hoje, mais uma vez.

Minha enteada tinha um pen-drive que a mae comprou e de repente sumiu. Ontem teve festinha, a esposa pediu minha maquina fotografica emprestada e quis levar na bolsinha de maquina fotografica da enteada. Fui abrir a bolsinha pra guardar o segundo jogo de pilhas e...tava la o PD. Como eu ja sabia que ia ter virus no PD (sempre que o PD é usado na escola dela, ele volta cheio de virus. O departamento de informatica la é inutil), eu dei aquela scaneada basica, tirei os virus e...Será que é de 2 gigas mesmo?

Baixei um programa da internet (CheckFlash) e, pra variar, so dava 1 giga. Basico.

O ruim desses fakes nao é o caso de ser fake per se. Eu to pouco me lixando pra marca ou qualidade. Nao tem como voce fazer um troço "muito ruim" em materia de pen-drive. Quase todos eles usam o mesmo chip controlador e o mesmo integrado de memoria (samsung). E um pen-drive é basicamente isso: Um conector USB macho, uma plaquinha de circuito impresso, um chip controlador USB, uma memoria flash, um cristal e meia duzia de resistores/capacitores. Nao tem como fazer algo "pessimo". Tem até uns mais chiques, com por exemplo protecao contra escrita (eu acho isso O MAXIMO) ou uma frescurite a mais ou outra. O GRANDE problema dos fakes é justamente eles serem formatados com uma capacidade superior a real, com isso corrompendo seus dados!

Solucao? Pegue quem te vendeu e de uma surra nele.

sexta-feira, julho 03, 2009

Hora da diversao: Match 3D

Tudo que é "brasileiro" as pessoas normalmente tem um certo preconceito. Bobocas! Tao perdendo grandes realizações que dao pau em muita coisa la de fora. Gastou 35 dolares com o Bejeleweed do palm? Da uma olhada no Match 3D entao!

O Match 3D é um jogo criado pelo SLotman, vulgarmente conhecido como Jose Lucio :) figura tarimbada no circulo de usuarios de MSX. Eu tinha oferecido uma ajuda a ele em um outro assunto, ai lembrei de dar um confere na pagina da Icon Games pra ver o que ele andava fazendo. Vi o demo desse joguinho pra baixar e pensei..."ora, porque nao?"

Gente, me arrependi...

O jogo é DUCA! É uma variação bem doida do Bejeleweed, onde voce tem que clicar nos conjuntos de figuras que estao disponiveis em um cilindro...que gira :) O jogo é todo em 3D e com um visual alucinante. De inicio voce fica meio confuso por nao entender bem a mecanica do jogo. Depois...bem, baixe o demo e veja voce mesmo. Recomendo nao ter nada pra fazer pelas proximas duas ou tres horas. Vai por mim.

Dois pontos interessantissimos nesse jogo:
  • A utilizacao de 3D "anaglifo" (seria essa a expressao correta em portugues?), aqueles oculos de uma lente vermelha e outra azul, para filmes e revistinhas 3D. Eu nao sei onde enfiei o meu (e nao me deem sugestoes pervertidas sobre o assunto, obrigado). Mas o jogo deve ficar MAIS ALUCINANTE com isso
  • O preço merreca (10 reau) do jogo original, e o fato de poder comprar e baixar na hora. Simplesmente fantastico. É um jogo que VALE 10 mangos, e nao justifica ter o pirata. 10 contos? Nao tem pra pagar? Muda de profissao. É mais barato que um sanduiche.
Vai la no site, vai...da uma olhada, voce vai gostar! Recebeu o Selo Tabajara® de aprovação Tabajara©®©.

Agora vou voltar pro joguinho, da licença? :)

Brasil - O unico circo, onde o palhaço é VOCÊ!

Tai...o Sarney ta cheio de lama na cara, e o senado ainda conspira para "salva-lo".

Esse é o pais onde o povo é palhaço...Durma sorrindo, é seu dinheiro que pagou a mansao de 4 milhoes de reais que ele escondeu do fisco. Ah, voce nao tem casa propria? Parabens, otario! Pagou a casa propria DELE mas nao pagou a sua! :oD

quinta-feira, julho 02, 2009

Depois do gato-a-jato, a pick-up-a-jato (!)

Olha, eu nao gosto de botar videos aqui nao, mas isso aqui é imperdivel :oD


quarta-feira, julho 01, 2009

Em terra de cego, quem tem um olho é rei - mas pelo menos enxerga!!!

Hoje (de novo) eu consertei a maquina de lavar aqui de casa.

Nao é que ela é ruim, é que ela é MUITO usada. Somos em tres aqui em casa, lava-se roupa todo dia. Fora as roupas da quarta, quinta e do sexto que eventualmente sao lavadas aqui. Quando nao tem setima, oitava, nona...Pois e, vou colocar uma plaquinha "lavanderia tabajara" la fora, mas isso é outro assunto, nao é disso que eu quero falar, mas sim do quanto é importante voce conhecer o mundo que te cerca.

La nos estados unidos, voce tem aulas "extras" (mas compulsorias) de culinaria, marcenaria, eletricidade residencial, coisas do dia-a-dia. Se voce vem de uma familia inapta a apertar um parafuso, voce tem a chance de aprender como o mundo que te cerca funciona. Nao é nada do outro mundo voce trocar um plug (lembrando: Plug é o que fica no fio, tomada é o que fica na parede. O plug encaixa na tomada.) de um ferro de passar roupa, ou desligar todos os disjuntores da casa e trocar um chuveiro, ou entao fechar o registro e trocar uma torneira. Ninguem morre disso (se souber fazer).

Porem, aqui no lisarB, vivemos numa sociedade onde os ricos tem dinheiro para contratar os serviçais. Ato continuo, os pobres ja nao tem tanto dinheiro assim - mas contratam os serviçais do mesmo jeito.

Esse final de semana a maquina de lavar pifou. Fui direto na tal placa digital dela (que é razoavelmente fragil, mas tambem...36 reais a placa inteira, com 3 tiristores, um monte de LEDs, um microcontrolador (Holtek! :oD), 3 botoes de pressao e mais uma renca de pecinhas. Nao vale nem a pena o esforço de consertar...NAO!!! VALE SIM!!! E, pra variar, nao era a placa. O motor fazia um "hmmm...hmmm...hmmm...". 'Capacitor!', pensei eu. La fui eu na loja de peças para lavadoras e, 17 reais mais a grana do buzao, la estava a maquina funcionando redondinho de novo. Só nao fiz sozinho pq minha coluna nao me deixava fazer o contorcionismo necessario a colocar o troço no lugar, precisei de ajuda pra colocar a maquina sobre a mesa (Tabajara pasquale ensina: Sobre é em cima, sob é embaixo. Em cima é separado, embaixo é junto. E nao existe ascender, mas ja ta ficando offtopic). Apos coloca-la na mesa, 5 minutinhos de diversao e maquina funcionando de novo.

Será que nao falta a nossa juventude um pouco de raciocinio logico, experiencias do dia-a-dia, aprender como o mundo ao redor funciona?