sexta-feira, novembro 09, 2018

Eu me odeio, mas odeio mais a CCE!!! (Exato IIe, MC4000e)

Ola pessoal, Tabajara na area =D

Nah, sem mendingagem hoje. Eu sempre peço pra clicarem nos anunciantes, etc. Mas hoje nao to com saco. Alias eu to bastante irritado.

Nossa historia de hoje começa com um lindo, maravilhoso e RARISSIMO Exato IIe da CCE. Quando voce fala "CCE", ja sabe que vem problema.

Vamos voltar no tempo 30 anos. Rapidim.

Eu era um rapaz desabrochando (sem homoafetivismo) no mundo da manutencao de computadores. Como eu nao sacava psirica nenhuma de eletronica digital, a manutencao era na base da IC Test.

OOOO saudade...

Entao...eu tirava integrado por integrado da placa do computador, botava nesse cartaozinho ai pro Apple II (!) e testava. Nao apenas ele testava o integrado mas tambem IDENTIFICAVA o integrado (que muitas vezes estava raspado). E foi assim que eu comecei na manutencao de computadores, la pros idos de 1988. Poise, tempo pacas.

Na epoca, eu tinha um MSX...Um hotbit. Lembro que troquei o Hotbit + Drive de disquete (ou algo assim) por essa placa com o Marcelo. E faltava o Apple II, eu tinha um osciloscopio da Eico (que custava uma fortuna, era um otimo aparelho mas eu nao fazia A MAIS REMOTA IDEIA de como usar)


E na epoca, o Castellim precisava de um osciloscopio. E eu precisava de um Apple II. O Castelo tinha um A2 sobrando, e eu um scope sobrando...Deu negocio :o)

Meu primeiro Apple II foi um Exato II Pro, da CCE :o) Com um drive full da elebra que nao gravava disquete. Só lia :D Ele tinha um integrado com defeito, o MC3456 (ou algo assim, desculpem ta tarde e eu nao lembro) entao funcionava pra ler e nao funcionava pra gravar. Bem, pro que eu queria, que era basicamente bootar o programa da IC Test e ganhar meu dinheirinho...Tava bao.

So que o nosso amigo Exato, era fabricado pela CCE. Uma empresa mundialmente conhecida pela baixa qualidade dos seus produtos. E esse apple II, embora fosse um micro lindo, gabinete diferenciado, teclado EXCELENTE, teclas de funcao programaveis (muito antes do TK3000 //e)...Ele tinha os famosos soquetes de dupla-lamina da Cellis. Que - diz a lenda - chupavam fluxo de soldagem por capilaridade, e com o tempo oxidava o metal por dentro dos soquetes. E os terminais.


Essa bosta ae.

Obviamente, o meu Exato Pró funcionava a base de tapa na orelha. Um dia enchi o saco, dei uma ajeitada, comprei um TK3000 que era o MELHOR clone de Apple II (e) nacional e troquei essa porcaria com meu amigo Carlos Araujo, PY1CA. Que obviamente ficou CHATEADISSIMO comigo porque o micro vivia dando marcontato (e eu tentando consertar) e nunca conseguiu usar o micro direito. Perdi o negocio e perdi o amigo. Pra nunca mais passar coisa duvidosa nem pra amigo, nem pra cliente. Aprendam, crianças!

(obvio, um tempo depois, fizemos as pazes. Mas foi erro meu. Eu deveria ter passado por cima daquele micro com o carro do meu pai)

Beleza, ja sabemos que os micros da CCE sao um lixo. Agora vamos ao assunto do dia:

Caiu no meu colo hoje a tarde um Exato IIe. Que alias, é um micro TAO raro que, mesmo na epoca que esses micros eram novos (e eu ganhava a vida consertando-os-os) eu NUNCA o vi de perto. Serio. Nunca tinha visto um Exato IIe de perto.

(imagem da internet, meu exato ta muito feio pra ser exposto agora, depois do banho a gente conversa)

Esse micro tem uma curiosidade: ATE O ESQUEMA DELE é copia do esquema do Apple IIe original. É tudo IDENTICO. As ROMs sao identicas (fora as mensagens de erro), a HAL é identica (eu tirei do meu //e, coloquei nele, funcionou de boa) e o MMU e IOU sao clonados COM A POSICAO DOS PINOS TROCADOS. Inclusive depois eu vou fazer um post com as plaquinhas adaptadoras do MMU e do IOU do Apple IIe pro Exato IIe. Funciona direto! :D

Olha so que tosco

(se clicar, aumenta)

(se clicar, aumenta tambem)

 Ai chega o bichinho aqui, bla bla bla. Ligo e...advinha? Nada.

Pelo menos tem MENOS soquetes nessa placa


Eu ja imaginava que ia ter trabalho. Entao, feliz e contente (#nao), la fui eu testar (e substituir) todos os integrados. Tinha dois TTL com defeito, o video ainda tava baguncado, uma hora que eu troquei o processador parou de vez.

Prestem atencao nesse detalhe.

Ok, vamos tirar os soquetes vagabundos e botar soquetes bons, deve resolver...


Primeiro voce quebra no meio com o alicate o "miolo" do soquete


Depois voce enche de solda embaixo, pra esquentar cada "lado" do soquete de uma vez


Puxa o "lado" do soquete do outro lado da placa enquanto esquenta a solda e tai. Nada de metalizacao arrancada. Essa placa é UM LIXO, os furos sao MINUSCULOS, se voce tentar sugar a solda com o pino do soquete ai, fatalmente vai dar encrenca. Pior que placa de hotbit, que delamina so de olhar

Ok, tai o resultado, um monte de soquete trocado.



E nada do micro funcionar :\

Depois que troquei todos os integrados, e tambem os soquetes "problematicos" do computador, eu fui ligar o osciloscopio e ver o que tava acontecendo. A tela era um monte de quadradinhos, o que dizia que o "subsistema" do processador nao estava funcionando. O Apple II é uma grande maquina de estados, com varios subsistemas trabalhando em tandem. Voce pode "interromper" o "subsistema 6502" e o micro continua mostrando imagem. Nao é o processador que cuida disso. Pois bem.

Ai comecei a seguir os sinais. Reset funcionava, Clock...ue, cade o clock?


Tinha clock no pino 4 de B6, nao tinha clock no pino 37 do processador. Como pode? Alias, nao tinha sequer conexao. alguma trilha partida.

Saco.

Bem, nao tem jeito, missao dada é missao cumprida. Por mais comprida que seja. Fui medir a continuidade das trilhas e vi um pequeno detalhe.


É isso mesmo que voces estao vendo. EU NUNCA VI UMA PLACA TAO VAGABUNDA EM TODA A MINHA VIDA.

Resultado? Trabalho multiplicado. Primeiro, tirar o soquete do processador com todo o cuidado, usando salva-chip. Depois, fazer gambiarra.


Onde tem trilha em cima, que vai para uma ilha do processador, eu tive que raspar, soldar um fiozinho e encaixar um soquete de pino torneado

"Suas definições de trabalho diferenciado foram atualizadas". Trabalho diferenciado é uma forma que o Carlos Andrade usa pra nao falar trabalho de corno. Voces entendem, ne? :\

E como eu sempre digo, Tabajara Labs Ominia Vincit. Ou sei la como se escreve essa joça


Agora é desmontar o micro, dar banho nele, deixa-lo 101% perfeito e decidir se fico com ele ou nao. Provavelmente vou vende-lo.

É isso ai pessoal, ate a proxima!

2 comentários:

Oscar Almeida disse...

Baita trabalho, mas irretocável. Parabéns!

jblgf disse...

Como o próprio nome diz CCE ou ( Comecei Comprando Errado )