quinta-feira, agosto 04, 2005

O rato e o elefante

Enxergando a tragedia de outro angulo

Ok, primeiro a ressalva: Nao apoio a Al Qaeda, nao apoio a fatwa, nao apoio os lunaticos-bomba, nao apoio a guerra santa, nao apoio (e reprovo) tudo de ruim que está sendo feito contra os USA e a inglaterra. Minha posição nessa historia é justa: Sem guerras. Ta entendido? Todo mundo entendeu? Tem certeza? Ok, vamos a um post polemico.

Essa tarde, descansando um pouco do trabalho, eu li >>ESSE<< artigo da Al Jazeera. Nao que eu seja leitor regular, mas eu acho curioso me informar sobre o que acontece la do outro lado do planeta. E a fala do barbudinho ai me levou a lembrar da historia do rato e do elefante.

Pra quem nao conhece, havia um elefante malvado que propositalmente pisava com suas patas enormes nos ratinhos da floresta. Um dia, um rato mais esperto se tocou que a orelha do Elefante era enooooooooorme. Ai entrou na orelha do elefante, comeu o cerebro dele e ele teve uma morte torturante. Pagou o pato, ou melhor, o rato.

Ai eu comecei a pensar no que o cara da Al Qaeda ta falando...Por favor, nada justifica os atos barbaros que essa turma comete. Mas imagine só:
  • Um lunatico invade seu país
  • cospe na cabeça da sua soberania
  • viola seus simbolos sagrados e sua segurança
  • instala um governo de fachada
  • rouba suas riquezas
  • promove o caos geral
Como voce ia se sentir??????

É uma situacao complicada, o barbudinho lá diz que os USA nao vao ter paz enquanto nao tirarem suas tropas da terra deles...Ora bolas, será que o cara nao tem alguma razao nao? O Iraque é o rato entrando na orelha do elefante...O elefante está pisando no iraque com requintes de crueldade. E o iraque está entrando na orelha dos estados unidos e causando-os uma morte torturante.

Nao apoio, nao aprovo, nao gosto. Mas alguem, realmente, tem que mostrar aos Estados Unidos que eles nao sao donos do mundo. E quem tem poder pra enfrentar os grandes Estados Unidos da America???

E eu estou irritado. Irritado porque em uma guerra, ambos os lados perdem. E se estivessemos falando de militares armados até os dentes...tudo bem, eles estao lá voluntariamente pra isso...pra se matar. Mas estamos falando de pessoas inocentes que nao tem nada a ver com o assunto...Tanto iraquianos, como americanos, como ingleses. E eu amo a todos.

2 comentários:

Anônimo disse...

Gandhi quebrou a espinha e a arrogância dos ingleses sem dar um tapa sequer em alguém... E no que a história de opressão dos indianos foi diferente? Foram invadidos, humilhados, violados, roubados e tiveram o caos total...
Na boa, os líderes da chamada "resistência" iraquiana são tão maus ou piores que os americanos, e o modo de agir deles é tão repugnante quanto.
Querem dar uma lição no gigante? Duvido muito... acho que tem muito mais coisa (leia-se interesse econômico) por trás disso do que uma causa nobre destas...
Que Alá tenha piedade de todos, pois eu não consigo!

Ricardo disse...

Os xiitas talvez não tenham interesses econômicos tão sedentos assim, mas as suas motivações são tão torpes quanto as do governo estadunidense: No caso deles, é o fanatismo religioso que cega-os. Assim como o fanatismo religioso entre católicos e protestantes na Irlanda do Norte, ou em tantos outros países do mundo. Isso é horroroso.

Que Deus tenha misericórdia deles.