sábado, julho 16, 2005

A desigualdade e a mediocridade


Porque a daslu sonega e o povo faz festa

É interessante o comportamento do povo em uma questao polemica quanto a historia da sonegação fiscal da Daslu. De um lado, estao os pobres que sao impedidos de entrar na mesma. Estes metem o pau, dizendo que nao poderia haver um templo de consumo em um lugar tao desigual como o Brasil. Do outro lado estao aqueles que apoiam, admiradores do estilo "chique" da Daslu, ou possivelmente compradores da mesma.

Apenas uma coisa une os tres lados: A sonegação fiscal.

Eu nao vou dizer "soneguei" porque seria uma auto-acusação. Mas aquele que nunca sonegou um imposto, que atire a primeira nota fiscal - quente!

Quem é aquele que:
  • Nunca comprou alguma coisa no jornal, sem nota
  • Nunca comprou uma peça nova no Mercado livre, sem nota
  • Nunca pediu um equipamento com "meia nota" pra diminuir o imposto
  • Nunca comprou muamba, sem nota
  • Nunca comprou no camelõ, sem nota
  • Nunca "esqueceu" de pagar o IR
Hipocrisia, nao é? Pois é, vivemos numa nação hipocrita. Ninguem quer pagar imposto, mas todo mundo mete o malho na perua da Tranchesi quando descobrem que ela sonega impostos. Quero ver se alguma pessoa que mete o malho nela tem as suas declarações de IR em dia e tem as notas fiscais dos produtos que custem mais de 200 reais de TUDO que tem nas suas casas. DU VI DO.

Infelizmente vivemos num pais onde há um mar de impostos, o que gera sonegação e propinagem. Isso o governo nao ve. Ou ve, e faz vista grossa. Acho que a Eliana virou bode espiatorio. Nao me importa se ela compra uma blusa por 50 e vende por 5000. Tem esperto pra revender, tem otario pra comprar. Mas e o imposto sobre isso? Ou ela acha que ganha pouco em uma operação como essa?

Eu fico irritado com toda essa situação, afinal nao parece ter jeito :o(

2 comentários:

Luciano disse...

Fazer o que né? Imposto tem demais mesmo, e gente pra sonegar mais ainda, porque acha que é muito imposto, dai o governo acha que tá arecadando pouco e aumenta o imposto (ao inves de enxugar a maquina) e isso vira esse circulo vicioso.

Ricardo disse...

Olha, eu nunca deixei de pagar IR, e esse ano foi uma facada daquelas (o dobro do seguro do meu carro). Já evitei de comprar em local onde não tinha nota fiscal, pois eu queria garantias p/ mim. Só colei em prova 2x na vida, numa eu tirei nota mais baixa que tiraria, na outra fui pego e quase reprovado num curso. Ops, essa não era para confessar! :-D

Concordo com a sua revolta. Mas acho que dar dura nos grandes sonegadores é correto. Mas tem que continuar, e dar dura nos pequenos sonegadores também. E quando tiver mais gente pagando os impostos direitinho, começar a diminuir a carga tributária.

É claro, isso funcionaria bem se não fosse no Brasil, mas... Fazer o quê, né?