domingo, julho 17, 2005

A igreja e a razão

Blogzao super interessante, da uma olhada AQUI ó...O cara fala com alguma razão sobre as igrejas, parece ser um cara bastante razoavel.

Mas eu gostaria de tecer alguns comentarios...So vou botar um porque to com preguiça, o resto coloco depois.

- Louvor com teclado diatron, violao quebrado e panela no lugar de bateria é coisa da Assembleia de Deus, onde qualquer ruido que tenha a palavra "deus" no meio, é louvor. Lamento, mas DOI OS OUVIDOS. Louvar ao Senhor tambem envolve conforto. Seja conforto de temperatura, seja conforto de um banco confortavel, seja conforto de um som de boa qualidade. Custa dinheiro? OBVIO que custa. Mas me diga...nao rola aquele "haja provimento na casa de Deus"? Eu sou contra igrejas nababescas, de 10 andares, com a frente toda envidraçada, etc...etc...etc... Mas sou profundamente a favor de uma igreja confortavel, onde o fiel sente prazer de estar lá.

Nah, nada de estar irritado hoje. :o)

Um comentário:

Ricardo disse...

Fala Alexandre, n sabia q vc tinha blog não... Legal, vou por vc na lista dos amigos! =)

Qto ao q vc falou, eu acho q o autor tb n quis dizer q devemos voltar ao tempo do "Cura, cura, cura Jesus", desafinado (minha mãe é q lembra, rindo, disso q ela via gente fazendo por aí), tocando c/ órgão quebrado e batendo panela. Mas tb n torrar um dinheirão num teclado Korg branco, de milhares de reais.

Acho q ele quer dizer q devemos ter um meio-termo. N devemos priorizar por conforto, como muitos fazem. Um amigo meu já foi a cafés da manhã de pastores da Barra da Tijuca (ele foi como missionário), disse q enjoa o estômago, pastores falando em gastar milhões c/ o templo, querendo por escadas rolantes, essas coisas. Mas tb n fazer de qualquer jeito, fazer porcaria.

Mas eu li e gostei do q ele disse, concordo (assim como vc), em parte. Talvez ele precisasse ser mais claro.